quarta-feira, março 01, 2006

As mais belas mortes - I

Alphonse van Worden - 1750 AD



GG Allin (1956 - 1993)





À guisa de abertura para esta nossa mirífica série, cujo intuito é o de celebrar as mais deslumbrantes mortes da História da humanidade, decidimos reverenciar o exício do excelso GG Allin (1956-1993), célebre punk rocker, desordeiro, beberrão, psicopata, junkie e divindade pagã norte-americana.

Consta que nosso herói estava se apresentando no Gas Station Club, em NY, no dia 27 de junho de 1993, quando, depois de sua performance costumeira - que incluía, d'entre outras amenidades, coisas como cantar nu com um desentupidor de latrina enfiado no cu, devorar os próprios excrementos e vômito, auto-mutilação e espancamento de espectadores - a seleta audiência explodiu numa não menos habitual pancadaria violentíssima. Allin - nu, bem como devidamente 'cagado' e 'vomitado' - evadiu-se do aparato policial buscando refúgio na casa de um amigo, onde consumiu quantidades decerto imoderadas de álcool e cocaína. No manhã seguinte, o gentil rocker foi encontrado morto, no mesmíssimo estado que acabamos de descrever, em pleno Central Park.


__________



Ambrose Bierce (1842 - 1914?)





O egrégio escritor, jornalista, militar e alcóolatra profissional Ambrose Bierce (1842-1914?), autor do Devil's Dictionary, lendária obra-prima do humor negro, bem como de notáveis relatos de terror, também merece auspiciosa menção em nossa série.

Sabe-se que nosso brilhante homem de letras feneceu em circunstâncias assaz crípticas. Em 1913, Bierce, já com 71 anos de idade, rumou sozinho para o México, onde pretendia buscar subsídios para escrever uma reportagem sobre a revolução local, em especial sobre as andanças de Pancho Villa e seu exército guerrilheiro. Existem numerosas versões sobre a morte do escritor, uma vez que Bierce simplesmente desapareceu sem deixar rastros, tendo-se tão somente certeza de que o óbito foi registrado em 1914. A versão que a seguir relataremos é de sobejo a mais bela, oxalá tenha de facto ocorrido, suplicamos nós:

O emérito homem de imprensa, então acompanhando as peripécias de Pancho Villa, foi um dia convocado pelo líder guerrilheiro para uma reunião; ciente do passado brilhante de Bierce como militar na Guerra Civil Americana, Villa estava interessado em saber a opinião do autor norte-americano sobre suas táticas militares. Bierce, ao ser indagado, criticou os procedimentos bélicos de Villa nos termos mais acerbos. Irritado, o mexicano atalhou, em tom altivo:


- O que então o senhor faria em meu lugar, o que sugere?


Bierce, definitivamente contrariado, replicou num rosnado:


- Sugiro que todos vc's vão tomar no cu.


Poucos instantes depois, jazia fuzilado na árida planície mexicana.

Sem comentários: